Programação Musical
Pix registra mais de 1 milhão de transações no 1º dia de funcionamento
Divulgação/Reprodução

O novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central (BC), o Pix, entrou em funcionamento para todos os clientes nesta segunda-feira, 16. A ferramenta, que promete revolucionar os meios de pagamentos eletrônicos, estava com operação disponível a um reduzido grupo de usuários desde o dia 5 de novembro. Agora, com o lançamento oficial, mais de 25 milhões de usuários que cadastraram suas chaves de segurança em instituições financeiras podem começar a utilizar o sistema, que promete fazer transferências em até 10 segundos e funcionar todos os dias do ano, 24 horas, trazendo facilidade e simplicidade para o mercado financeiro.

Embora os relatos sejam positivos, alguns clientes identificaram instabilidades durante as operações antecipadas. Durante o processo, alguns pontos considerados “questões de usabilidade” pelo engenheiro foram identificados e reportados às instituições, como o extrato não apresentar o remetente do Pix ou mostrar a razão social de uma empresa quando deveria ter mostrado o nome fantasia. Mesmo assim, os clientes consideram que as experiências foram positivas, seguras e funcionaram dentro de poucos segundos. “O Pix veio para facilitar e simplificar os pagamentos, e o mais importante, veio para trazer competição num mercado, hoje, oligopolizado. Foram testes feitos envolvendo quatro instituições financeiras distintas, sendo três onde eu tenho conta e uma onde a empresa que trabalho possui conta. Facilitará a  circulação do dinheiro entre as contas, fazendo envios e devoluções. Agora, com o Pix no lugar de TED, DOC, GRU, DARF e boletos.”

Entenda como funciona

Na prática, o novo sistema de pagamentos do Banco Central será mais uma opção para os clientes. A grande diferença da ferramenta, que é opcional, fica pela instantaneidade das operações, que devem ser concluídas em segundos e pela possibilidade de utilizar a plataforma por meio de carteiras digitais, deixando de lado a necessidade de possuir uma conta corrente para efetuar as transações. Além disso, o funcionamento e compensação dos pagamentos de forma ininterrupta também prometem impulsionar o uso do Pix. Em suma, o sistema irá funcionar a qualquer hora, todos os dias do ano, incluindo finais de semana e feriados. E para aproveitar a novidade, os clientes interessados devem cadastrar suas informações pessoais na instituição bancária escolhida e aguardar a confirmação do cadastro junto ao Banco Central. Nesse processo, para garantir a segurança dos dados pessoais e evitar de cair em possíveis golpes financeiros, confira abaixo cinco dicas de como fazer um cadastro e uso seguro do Pix:

  1. Faça o seu cadastro apenas pelos aplicativos oficiais dos bancos e fintechs. Procure a instituição bancária escolhida, acesse sua conta usando as informações solicitadas e faça o cadastro dos seus dados com segurança;
  2. Não clique em links recebidos por e-mail, WhatsApp ou em redes sociais para fazer o cadastro ou ter acesso ao sistema de pagamentos. Quadrilhas especializadas criam páginas falsas para captar informações financeiras dos clientes e aplicar futuros golpes;
  3. Caso receba ligações oferecendo a opção de cadastrar as chaves de segurança pelo telefone, fique atento. Criminosos, se identificando como funcionários dos bancos, ligam para os clientes solicitando os dados pessoais da vítima para realizar transações indevidas;
  4. Esteja atento e evite de fornecer informações em sites desconhecidos. A proteção dos dados pessoais minimiza as chances de fraudes;
  5. Caso tenha dúvidas, procure os canais oficiais de atendimento da sua instituição financeira escolhida e se informe sobre como fazer o cadastro seguro no Pix.
Leia também
Economia

Conta de energia terá tarifa extra a partir desta terça com retomada do sistema de bandeiras da Aneel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta segunda-feira, 30, a retomada das bandeiras tarifárias na conta de luz …

Há 2 meses atrás - 233
Dólar

Dólar fecha semana em queda com otimismo nos mercados globais; Ibovespa mantém 110 mil pontos

O dólar encerrou a segunda semana seguida em queda pelo bom humor gerado nos mercados internacionais após uma sequência de …

Há 2 meses atrás - 223
Auxilio Emergencial

Bolsonaro acredita que Brasil não terá ‘fôlego’ para manter auxílio emergencial

O presidente da República, Jair Bolsonaro, garantiu neste domingo, 29, que não há nenhum ministro “na marca do pênalti”, …

Há 2 meses atrás - 238