Emoção Sertaneja
Ibama usou 55% do orçamento de combate a queimadas
Divulgação/Reprodução

Pantanal e Amazônia enfrentam recordes de incêndios.

Em 2020, ano com recordes de queimadas, o Ibama executou 55% dos recursos reservados para prevenção e combate a queimadas.

Dos R$ 17,3 milhões empenhados, foram efetivamente pagos R$ 9,6 milhões em 2020.

Em 2019, o orçamento para esse programa era quase duas vezes maior: R$ 34,1 milhões.

Os dados foram enviados nos últimos dias ao deputado Ivan Valente, do PSOL de São Paulo, após um requerimento de informações.

Na Amazônia, as queimadas costumam ser mais intensas na seca, entre os meses de maio a setembro, o que torna a aplicação de recursos prioritária nessa época.

Recentemente, o Ibama registrou que a área queimada no Pantanal em 2020 passou de 2,3 milhões de hectares, o que representa mais de 10% de sua cobertura.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Pantanal de Mato Grosso atingiu o maior número de focos de calor em dez anos, com 25 mil pontos.

O Inpe também apontou que, em agosto, a Amazônia teve 7,6 mil focos de queimada, um recorde para qualquer mês desde o início do monitoramento, em 1998.

FONTE: ÉPOCA

Leia também
Meio Ambiente

Jovem indígena produz máscaras contra a Covid e entra para movimento de Greta Thunberg contra mudanças do clima

  Samela Sateré-Mawé, de 24 anos, fala sobre ativismo ambiental e a importância dos povos tradicionais. Segundo ela, …

Há 9 meses atrás - 1709
Meio Ambiente

A três meses do fim do ano, Pantanal já bate recorde de queimadas

Mês é o pior em número de focos de incêndio desde 1998, quando começou o monitoramento feito pelo …

Há 9 meses atrás - 786
Meio Ambiente

Tubarão é fotografado em onda de praia em Fernando de Noronha

Imagens foram registradas na praia Cacimba do Padre, no domingo (27), por enfermeira da ilha que estava de …

Há 9 meses atrás - 875