Daniel Paulo e Yara Ramos
Governador debate com empresários plano “Minas Consciente”
AMG

Visando atualizar os protocolos para o novo momento da pandemia em Minas Gerais, que deve entrar em um estado de platô, quando os números de casos e óbitos diários se mantêm estáveis, o governador do estado de Minas Gerais, Romeu Zema, se reuniu com empresários e líderes do setor econômico ontem (18), para ouvir e debater as principais demandas e receber sugestões que ajudem a adaptar o plano Minas Consciente às necessidades de todos.

“Os protocolos que serviam para o período pré-pico são diferentes do que precisaremos agora, no pós-pico. Antes, estávamos lidando com uma situação em que o número de casos e óbitos era, semana após semana, maior. Agora, já teremos números estáveis e, depois, devemos ter algum recuo. Por isso, o plano passará por aprimoramentos e nós queremos que ele espelhe a realidade, que seja o mais justo possível”, afirmou Romeu Zema.

O governador também ressaltou o esforço da gestão para tornar o plano mais abrangente e considerar as necessidades de forma individualizada.

“Um dos pontos que vamos rever são as divisões por macrorregião, para tentar restringir ainda mais o perímetro de avaliação e contemplar necessidades específicas dos municípios. Também abrimos um chamamento público, contando com a participação ativa da Associação Mineira de Municípios, para ouvir as demandas da população e das prefeituras”, disse.

O secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, destacou que o encontro com as entidades de classe faz parte desse esforço para contemplar as diferentes realidades.

“É muito importante que a gente entenda as necessidades de vocês, que estão passando tantos apertos com essa guerra, que estão na linha de frente. Nós respeitamos isso e sabemos que, somente juntos, poderemos trilhar um caminho melhor, dentro do que a pandemia nos permite, para continuarmos nessa batalha”, afirmou.

Foram ouvidos líderes da Federação das CDLs de Minas (FCDL), da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais (Federaminas), do Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg), da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), da Associação Comercial e Empresarial de Minas (ACMinas), da Federação do Comércio de Bens Serviços e Turismo de Minas Gerais (Fecomércio), da Federação das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais (FETCEMG), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e da Associação Mineira de Supermercados (Amis).

Também participaram do encontro o secretário de Governo, Igor Eto; o secretário-geral adjunto de Estado, Marcel Beghini; e o subsecretário de Desenvolvimento Regional da Sede, Douglas Cabido.

 

Fonte: AMG

Leia também
Acontece

Mais 102 mil latas de cerveja são apreendidas na BR-050 em Uberaba

  Carga era transportada sem nota fiscal; motorista foi ouvido e liberado. Mais de 102 mil latas de …

Há 2 semanas atrás - 1104
Acontece

Operação contra venda de vagas em prisões de MG mira servidores públicos

Operação Alegria, que investiga venda de vagas em prisões de Minas Gerais, cumpre 29 mandados de busca e …

Há 2 semanas atrás - 1080