Programação Musical
Fortaleza bate o líder Galo com menos um em campo
Divulgação/Reprodução

Ceni exalta elenco do Fortaleza após vitória diante do Atlético-MG: “Motivo de orgulho”

No terceiro embate entre Ceni e Sampaoli, o treinador do Fortaleza levou a melhor novamente. Em jogo eletrizante na noite desta quarta-feira (7) pela 14ª rodada do Brasileirão, o Tricolor venceu o líder Atlético-MG por 2 a 1 e chegou ao sexto jogo consecutivo de invencibilidade na competição. Para o técnico do Leão, o apito final aliviou a tensão compartilhada com os jogadores durante os 90 minutos.

– A alma, o coração, eles sofrem comigo e tentam seguir o plano de jogo, acreditem nisso e tem confiança. Além de alma e coração, a dedicação foi uma grande prova, tem equipes melhores, tem treinador melhores. Vamos perder jogos, pelo desgaste. Viajar amanhã, praticamente sem treinar – pontua.

– O incentivo que dão, os caras do banco, o grito é ouvido, a confiança e convicção. Chegar no meio do Brasileiro, com campeonato apertado não garante nada para o futuro, mas garante uma noite com confiança no dever cumprido. Não pode dormir, foi muito legal, mas sábado tem que provar tudo de novo. Era um jogo para ter 50 mil pessoas aqui, era merecido para o atleta isso – completa Ceni.

Rogério Ceni, técnico do Fortaleza — Foto: Thiago Gadelha / SVM

Dentro de campo, a escalação do Fortaleza surpreendeu. Com dois laterais em campo e três volantes, Rogério Ceni abriu mão do esquema 4-2-4 e improvisou, inclusive com Tinga como ponta. Para enfrentar o Atlético-MG, líder do Brasileirão e que vinha de quatro vitórias consecutivas, o treinador do Leão destaca que foi preciso arriscar.

– Era um jogo muito importante e resolvemos arriscar o que tínhamos. Agora, vamos fazer uma análise para sábado. A vitória contra o líder é boa para o Fortaleza pela visibilidade. Nós não temos disposição de brigar (pelo título) pelo acúmulo de jogos, mas a regra era por escapar e ver onde chegar. O importante é manter o Fortaleza na Série A, melhor descanso, academia, para ter um dia de entrar na Série A com possibilidade de entrar na Sul-Americana – salienta.

Confira outros pontos da coletiva de Rogério Ceni:

Jogo parelho

– São jogos que as pessoas assistem, o Atlético, assim como o Inter, tem mérito de ocupar a posição. O Atlético com boa distancia para o segundo. Quando se vence uma equipe dessas, é motivo de orgulho. Time que veio dois anos da Série B, disputou a primeira vez, enfrentou de igual para igual, sofreu pela situação do jogo, mas conseguiu.

Variação no time

– Eu tento montar cada time o sistema é um só ,tem pouca variação, mas entendo muito que tem jogo para três atacantes, um nove. O Atlético vem se impondo, 3 a 1 no Grêmio, 4 a 1 no Vasco, tem que entender que aquele dia era um velocista para contra-golpe. Tinga e Ronald são mais resistência, e deixamos por dentro Romarinho e David. Às vezes, a gente tem duvida, debate muito, se tem a opinião só é burro, o debate é importante.

Leia também
Futebol

Patrick de Paula sofre lesão muscular e vira desfalque no Palmeiras

O Palmeiras comunicou nesta quinta-feira, 3, que o meio-campista Patrick de Paula sofre uma lesão muscular na coxa direita. Na vitória do …

Há 1 mês atrás - 333
Esportes

Copa do Brasil: veja os times classificados às quartas de final; sorteio será nesta sexta

Definição dos confrontos terá transmissão ao vivo  às 11h30 Oito clubes continuam sonhando com o título da Copa do …

Há 2 meses atrás - 1272
Esportes

Oitavas de final da Libertadores terão três duelos entre brasileiros e argentinos; veja confrontos

Atual campeão, Flamengo pega o Racing, enquanto Internacional enfrenta o Boca Juniors, e o Athletico Paranaense, o River …

Há 3 meses atrás - 1283